contato@ultramedcampos.com.br
  Contato : (22) 2736 - 9350   

Exagerou na ceia de Natal? Especialistas dão dicas para detox

É difícil resistir às tentações da ceia de Natal e de todas as comemorações que costumam acontecer no fim do ano. Mas dá para tentar aproveitar sem ter tanto prejuízo assim depois. "Não há nenhum alimento que não se deva consumir de jeito nenhum, desde que seja em pequenas porções", explica o endocrinologista Alfredo Cury, do Spa Posse do Corpo. Dos pratos tradicionais, o melhor, segundo o médico, é o peru. Mas sem a gordura, claro. "A salada de bacalhau com batatas e porções de nozes também são bem-vindas", diz. "Algumas pessoas podem chegar a consumir seis mil calorias em um único dia, quando geralmente combinam bebida alcoólica com doces, panetones, chocolates, rabanadas e outros pratos típicos desta época do ano. E, sem dúvida nenhuma, os que mais engordam são a rabanada, o panetone, os doces de fruta em calda, pois contêm grande quantidade de gordura e carboidrato", enumera o endocrinologista Pedro Assed. Mas como quase todo mundo não consegue ter tanto controle assim na hora de se servir, vale fazer um detox no dia seguinte para dar um descanso para o corpo. Uma dica de Cury é apostar em alimentos diuréticos, como frutas. Abacaxi, melancia e suco verde, com couve e agrião, são boas opções para se recuperar da comilança. "Além de bastante água, chá-verde, água de coco, limão, maçã, legumes e verduras 100% orgânicos, grãos integrais, castanhas, sementes, leguminosas e ovos", completa ele. Fique longe de refrigerantes, pães e alimentos ricos em glúten, como massas, bolos e biscoitos. Ricos em sódio, esses alimentos retêm líquido e provocam inchaço. Se os consumiu, beba bastante água e chás. "São potentes diuréticos", diz Pedro Assed. Se depois de toda festança de fim de ano você sentir que aquela barriguinha indesejada apareceu, terá que redobrar a atenção com a alimentação caso queira reverter este quadro. "Para reduzir a barriga, é necessário 70% de disciplina alimentar e 30% de atividade física", comenta o endocrinologista. "O ideal é diminuir o consumo de alimentos muito ricos em carboidrato, como pães, massas, bolos, doces e biscoitos. Trocando-os por fontes mais naturais de carboidrato, como as frutas e as leguminosas. Consumir alimentos integrais, ricos em fibra, ajuda na digestão e diminui os picos de insulina que seu organismo tende a fazer quando se consome carboidratos e açúcar". Dicas para reduzir esses quilinhos em um mês? "Fazer refeições regulares, de três em três horas, evitar as sobremesas, não beber bebida alcoólica, fazer atividade física por pelo menos 150 minutos por semana (de preferência um exercício aeróbico, para facilitar a perda de peso, como spinning, caminhada e bicicleta). Dormir pelo menos seis horas por noite e ingerir bastante água durante o dia. Consumir alimentos integrais com frequencia pois aumentam a sensação de saciedade por mais tempo. Evitar jejum prolongado e não comer em frente ao computador ou à televisão pois distraem a atenção e fazem a pessoa comer mais do que deveria sem se dar conta disso", lista Assed. Fonte: http://ego.globo.com/beleza/noticia/2014/12/exagerou-na-ceia-de-natal-especialistas-dao-dicas-para-detox.html